Renda reinventada

Juliana Paiva

O inverno já está quase acabando e você quer renovar o guarda-roupa, não é? Mas, calma, algumas peças precisam ficar. Sabe aquele colete rendado que você usou para dar um charme ao look? Então, as rendas continuam com tudo no verão sem dar trégua. É só usar de um jeitinho diferente.

Além dos detalhes nos quais já estava presente, como no colete e na meia-calça, agora a renda aparece em vestidos, saias, blusinhas, ou seja, em tudo. Sobrepostas ou com sua deliciosa acompanhante transparência elas assumem a liderança no quesito elegância para os dias mais quentes. Misturas de materiais e as mais diferentes formas de usá-las apareceram nos desfiles nacionai. Fizeram a festa na Iódice com couro cortado a laser, Ronaldo Fraga as trouxe de maneira bem artesanal, a Cavalera transformou-a em tecido mais urbano e deu um ar bem diferente e inusitado, Têca uniu duas super tendências do verão, rendas e militarismo (que logo será post da Catarina).

O toque romântico prevalece, mas sem exageros e com uma pitada de sensualidade com todo o cuidado para não ficar próximo ao vulgar. É importante, também, entender que ela não ficará presa a pequenos detalhes, mas tomarão conta do look. A mistura dessa delicadeza com materiais mais pesados, como fez a Têca, é uma idéia importante para esse verão, dá um ar diferenciado e uma quebra do romantismo exagerado. A urbanização da renda traz um look despojado e incrível. As cores que prevalecem são as mais claras próximas ao branco e as rendas são grandes e bem visíveis.

Tudo o que se tem a fazer é render-se a elas e aproveitar para incrementar a feminilidade e elegância. Clique para ver os desfiles da Iódice, Ronaldo Fraga, Cavalera e Têca.

O conteúdo escrito desde site está sobre a licença Creative Commons e pode ser reproduzido não-comercialmente sob a atribuição de créditos á Revista Catarina. Fotos, marcas, vídeos e músicas postadas aqui são propriedade dos seus respectivos autores.

DESIGN: GRUPO903      TECNOLOGIA: IMAGINARA