Criatividade e emoção marcam o primeiro dia do Dragão Fashion

Na abertura do Dragão Fashion 2015, Cláudio Silveira já adiantava um pouco do que seria visto dentro e fora da passarela: dedicação e entusiasmo. Desde o início, em 1999, o idealizador do projeto tinha como objetivo principal mostrar a força do Ceará na moda – e conseguiu. Com nova infraestrutura, o DFB se consagra como o maior evento de moda do Nordeste, num estado que possui hoje a terceira maior indústria têxtil do país. “O DFB compreende a cultura da moda sob o ponto de vista antropológico: como uma legítima manifestação dos desejos, da personalidade e da construção histórica de um povo“, diz Cláudio.

Pelo Terminal Marítimo de Passageiros do Porto de Fortaleza, as palavras do empreendedor se materializam. Exposições autorais, música, moda e gastronomia se encontram, criando um evento único, com a personalidade e identidade Cearense. É dentro deste cenário que os principais nomes da moda autoral nordestina apresentam coleções inéditas.

Inspirado pelo clã “Pontes Vieira”, André Sampaio, de apenas 21 anos apresentou uma coleção rica em texturas e modelagem. Finalista no concurso Ceará Moda Contemporânea no ano passado, o estilista faz sua estréia no Dragão Fashion propondo peças assimétricas, denim destroyed e recortes pontuais, evidenciando ainda mais a característica handmade, é possível notar aplicações sob tule transparente nos vestidos e saias.

Simplificando o complexo ASAP traz um olhar minimalista e cool da vida. Por meio da coleção versus a marca mistura acessórios em acrílico com uso da palha de milho trançada, características dos índios do sul do Brasil. O jogo de antíteses aparece também pelos tecidos estruturados e tricô manual.

Almerinda Maria trouxe a sensibilidade para a sala de desfiles. Trilha sonora emocionante, peças ricas em detalhes e inspiração. Especializada em rendas renascença e richelieu, todas as peças são confeccionadas dentro de sua tradição familiar com rigor e excelência internacional. Ao final da apresentação, a estilista foi ovacionada pela platéia.

Graduada em Design de Moda pela Istituto Europeo di Design, em Milão, e École supérieure des arts et techniques de la mode em Paris, Christina Crawford assina a direção criativa de sua marca homônima sediada em Milão. A criadora que se descreve como brasileira, italiana e britânica trouxe em seu primeiro desfile no Dragão Fashion elegância e fluidez.

Transparências e minimalismo traduziram a inspiração de Aladio Marques. Referenciando o concretismo e obra de Hércules Barbosti o estilista que está a um ano e meio no mercado cria peças atemporais e exclusivas. Formas precisas e modelagem impecável oferecem ao consumidor a sensação de tridimensionalidade.

O primeiro dia encerra com um dos primeiros estilistas brasileiros a voltar os olhos para o mercado internacional. O Paraense radicado no Ceará, Lino Villaventura trouxe toda sua teatralidade para passarela com peças em rendas, palha de buriti, musselines e tafetás.

O Dragão Fashion Brasil acontece de 7 a 10 de maio. Você confere a cobertura em tempo real no Instagram, Facebook e Periscope da Revista Catarina.

Viajamos a convite do evento.
Texto: Mariana de Moraes

Fique por dentro de todas as novidades!

Cadastre seu e-mail e receba conteúdos exclusivos da Revista Catarina.

Seu endereço de e-mail*